Projetos


Projetos

O IPHAR disponibiliza nesta página um resumo dos projetos que estão sendo realizados pelas diferentes Diretorias Técnicas.

1- Projeto de Restauração do Cemitério dos Escravos de São José do Barreiro:

  • Autores: Profª Ludmila Pena Fuzzi, Prof. Cristiano Luiz da Silva e Marcos Aurélio Moreira.
  • Data: Agosto/2006 até os dias de hoje
  • Detalhes: Projeto que deu início a fundação do IPHAR, e tem como finalidade preservar o espaço do cemitério dos escravos, localizado na cidade de São José do Barreiro/SP. O projeto encontra-se na fase judicial, com representação direta do IPHAR junto ao Ministério Público

2- Identidade Sustentável

  • Autores: Profª Ludmila Pena Fuzzi, Prof. Cristiano Luiz da Silva e Marcos Aurélio Moreira.
  • Data: Março/2010 até os dias de hoje
  • Detalhes: Projeto de grande importância do IPHAR, em fase de constituição, colocando as ideias em prática. Este projeto ganhará em breve canais e logomarca próprios. Os autores propõem o desenvolvimento sustentável através da cultura e do turismo, usando uma fórmula criada a partir da ideia de Identidade.

3- Terras de Quilombo: Identidade, Contemporaneidade e Visão Educacional

  • Autores: Profª Ludmila Pena Fuzzi, Prof. Luiz Henrique Romário Alves, Prof. Cristiano Luiz da Silva
  • Data: Agosto/2013 até os dias de hoje
  • Detalhes:  Este projeto tem como importância a busca do conceito de Quilombo dentro do processo histórico brasileiro, considerando sua primeira afirmação até a contemporaneidade. Também refletiremos sobre a forma como as posses de terras ocorreram e estão ocorrendo, principalmente na região do Vale do Paraíba Paulista e Fluminense. Por fim nossa proposta é levar os resultados das pesquisas de campo dentro de escolas públicas e discutir com os alunos do Ensino Fundamental e Médio, tentando elaborar um pré quadro conceitual do que seriam Quilombos para estes e depois após alguns trabalhos com estes, oportunizar a ampliação da aplicação do conceito da esfera educacional. Também iremos trabalhar com os professores os resultados catalogados. O próprio título oferece quais as finalidades desta pesquisa, pois em Terras de Quilombos, iremos conhecer sua Identidade, como isto é organizado, explorado na atualidade (contemporaneidade) e como estes conhecimentos são aplicados na esfera educacional do país. Este projeto tem como importância a busca do conceito de Quilombo dentro do processo histórico brasileiro, considerando sua primeira afirmação até a contemporaneidade. Também refletiremos sobre a forma como as posses de terras ocorreram e estão ocorrendo, principalmente na região do Vale do Paraíba Paulista e Fluminense. Por fim nossa proposta é levar os resultados das pesquisas de campo dentro de escolas públicas e discutir com os alunos do Ensino Fundamental e Médio, tentando elaborar um pré quadro conceitual do que seriam Quilombos para estes e depois após alguns trabalhos com estes, oportunizar a ampliação da aplicação do conceito da esfera educacional. Também iremos trabalhar com os professores os resultados catalogados. O próprio título oferece quais as finalidades desta pesquisa, pois em Terras de Quilombos, iremos conhecer sua Identidade, como isto é organizado, explorado na atualidade (contemporaneidade) e como estes conhecimentos são aplicados na esfera educacional do país.

4- Educação Científica: Um Olhar para Educação Básica

  • Autores: Profª Claúdia Cristiane Pereira Oliveira, Profª Ludmila Pena Fuzzi, Prof. Luiz Henrique Romário Alves
  • Data: Novembro/2014 até os dias de hoje
  • Detalhes: O IPHAR vem crescendo em ações voltadas a educação básica e com isto criou este projeto que busca novas práticas educacionais embasada em teóricos como Paulo Freira, Vasconcellos, Candau e outros. Este projeto visa aplicar pequenos subprojetos educacionais em redes públicas de ensino, com total apoio de nossa equipe.

5- Projeto Membros Estudantis

  • Autores: Profª Ludmila Pena Fuzzi e Profª Claúdia Cristiane Pereira Oliveira
  • Data: Janeiro/2013 até os dias de hoje
  • Detalhes: em todos os projetos aplicados em rede públicas de ensino, o IPHAR seleciona possíveis alunos para terem a experiência de fazer parte de nosso quadro de membros. Investimos em sua formação. Esses apresentam direitoria própria (Diretoria Estudantil) e participam de nossos eventos, projetos e opinam junto as diretorias. Os membros estudantis não tem obrigação estatutária e nem paga anuidade.

7- Projeto Escola do Dedo-Verde

  • Autor: Marcos Aurélio Moreira

(em construção)